30072021-5O1A1045.jpg

Lydia Gonzalez

Sobre  chefe


Originalmente, Lydia Gonzalez cresceu ao redor da cozinha. E foi lá que sua relação com a comida começou. Natural de Petrópolis, formada em Gastronomia, Lydia se engajou em uma carreira pontuada por diversos estilos culinários, trazendo experiências de conceituados restaurantes de culinária japonesa, tailandesa, italiana e francesa por onde passou, até chegar à cozinha brasileira, onde fez parada definitiva.

Depois dessas passagens, Lydia viveu três anos na Europa.  

Nesse período, trabalhou em restaurantes estrelados e “mochilou” um tanto a fim de comer e beber. A possibilidade de conhecer in loco  tantas culturas e sabores enriqueceu seu repertório e acabou por influenciar no seu estilo culinário.

Sintetizando as andanças no Brasil e no exterior, Lydia exerce uma cozinha  moderna e saborosa, leve e afetiva.

Foram 20 anos de estrada até o surgimento do Angá, onde a ideia é receber com leveza, e partilhar sabores com aqueles que buscam um lugar especial para reencontrar memórias à mesa.

Como ela mesma gosta dizer, o nome Ateliê - e não restaurante - é uma analogia a um local onde se faz artesanato. 


Angá significa, em Tupi, alma, abrigo, expressão de surpresa agradável, e é isso que a equipe do Angá busca ao receber, sob reservas, os seus comensais.


“Tudo o que servimos por aqui é feito de forma artesanal; desde os pães, as manteigas, sorvetes, queijos brasileiros, que também são curados por nós”.

Lydia gosta de definir o que  faz  como "cozinha de inspiração brasileira e alma cosmopolita".

 
Uma cozinha essencialmente inspirada nas tradições e nos produtos brasileiros, mas que se libertou de amarras e  rótulos para acontecer de forma orgânica, de acordo com os produtos e as histórias que chegam a ela.

30072021-5O1A8468.jpg
30072021-5O1A8567.jpg

“Se houvesse uma palavra para descrever Lydia Gonzalez, esta seria "frescor".

Ou talvez "alegria".Quem sabe "inspiração". Sim descrever essa mulher talentosa

com face de menina sapeca é muito difícil. Sua habilidade com as panelas e

livros de receitas é destemida, tudo que ela toca fica deleitoso, belo e com 

um tom de jovialidade como poucos conseguem executar na cena carioca."

Gastronomia e Etc.

"Lydia engata na linha de cozinha arejada, com pegada brasileira, usando produtos

de várias regiões do país e executando-os de maneira eclética e moderna,

desempenha a profissão com leveza, ousadia e afeto."

 

Revista Prazeres da Mesa.

"A paixão pela comida é influência da avó. Já o talento foi moldado aos poucos, a partir dos 17 anos, quando começou o primeiro de seus 12 estágios em restaurantes.

Depois ela viajou pelo país, do Rio Grande do Sul ao Pará estudando a nossa gastronomia. Hoje...

Lydia Gonzalez surge na crista da onda como uma das chefes mais promissoras do Brasil". 

Jornal o Globo - Caderno ELA